Conheça a Arte que Transforma Cimento em Ladrilho

Conheça a arte que transforma cimento em ladrilho
Por dia, uma pessoa pode produzir de 80 a 300 peças, dependendo do nível de detalhamento. Processo é 100% artesanalCréditos: Renata Garzon

As primeiras referências ao uso do ladrilho hidráulico remontam a 1857, quando a peça foi descrita como alternativa à pedra, principalmente ao mármore

Ele dá charme, confere um ar cool, é sinal de bom gosto e transforma qualquer ambiente. O ladrilho hidráulico é uma forte tendência de acabamento. Isso porque os milhares de modelos e possibilidades de combinações de cores também compõem a decoração do ambiente no qual são aplicados.
É uma opção com pegada rústica, que combina com materiais de demolição e acabamentos como cimento queimado. No entanto, compõe muito bem ambientes em estilo mediterrâneo, inglês e até contemporâneo. Atualmente, o ladrilho hidráulico é considerado atemporal, combina com tudo. Pode ser utilizado em qualquer ambiente: varanda, banheiro, cozinha, área de serviço, halls, salas e onde a imaginação mandar. Basta usar a criatividade e dar seu toque pessoal.
História
As primeiras referências do seu uso remontam a 1857, quando a peça foi descrita como alternativa à pedra, principalmente ao mármore. Ele foi apresentado na Exposição Universal de 1867, em Paris, pela empresa Garret, Rivet i Cia como uma “cerâmica” que não precisava de cozimento, pois era solidificada em prensas.  Rapidamente se espalhou pelos países mediterrâneos e também se tornou popular na Inglaterra vitoriana e na Rússia, por sua resistência e qualidade decorativa.
A partir da década de 60 perdeu força devido à chegada do azulejo, que tinha uma produção muito mais rápida e, consequentemente, era mais interessante comercialmente. Assim, tornou-se muito mais um item decorativo do que para acabamento propriamente dito. Voltou a ganhar espaço, teve seu apogeu no final do século de XIX e agora ganha destaque novamente.  Até hoje continua sendo produzido um a um, da mesma maneira como era feito há mais de um século.
De geração para geração
A Dalle Piagge é uma das mais tradicionais fábricas de ladrilho hidráulico do Brasil. “Nossa história começa com a imigração do bisavô do meu primo Marcelo Ruocco, Federico Dalle Piagge, que veio da Itália para o Brasil com seus sonhos, a técnica e as primeiras formas para produção dos ladrilhos hidráulicos. Chegando aqui, começou a trabalhar produzindo as primeiras peças que começaram a ser utilizados em casas da aristocracia paulistana”, explica Divo Picazio, proprietário da empresa, juntamente com seu primo Marcelo.
Antônio Gomes Nascimento, 68 anos, começou a fabricar ladrilhos hidráulicos aos 16 anos ainda quando morava na sua cidade natal, Jequié, na Bahia. Está na Dalle Piagge há 53 anos, onde é chamado de mestre
Antônio Gomes Nascimento, 68 anos, começou a fabricar ladrilhos hidráulicos aos 16 anos ainda quando morava na sua cidade natal, Jequié, na Bahia. Está na Dalle Piagge há 53 anos, onde é chamado de mestre
Desde 1997, Divo e Marcelo tocam a Dalle Piagge cuidando para que a manufatura artesanal das peças, a técnica e a qualidade passadas de geração em geração sejam mantidas.  “Mantemos a tradição da qualidade, mas nos atualizamos criando novos modelos com alguns arquitetos de renome e com a necessidade e preferência dos clientes”, ressalta Divo.


0 comentários:

 
IAB Tocantins Copyright © 2009 Blogger Template Designed by Bie Blogger Template
Edited by Allan