1º Seminário Nacional de Construções Sustentáveis: buscando soluções em arquitetura de interesse social

CabecalhoSNCS
2ª CHAMADA DE TRABALHOS
O 1º Seminário Nacional de Construções Sustentáveis: buscando soluções em arquitetura de interesse social, promovido pelo Núcleo de Estudo e Pesquisa em Edificações Sustentáveis (NEPES) do curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Meridional – IMED conta com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul – FAPERS.
O seminário tem por objetivo divulgar e valorizar as experiências de projetos sustentáveis realizadas no Brasil nas áreas de processo de projeto e edificações sustentáveis através da criação de um espaço privilegiado de discussão de experiências e socialização de conhecimento gerado na área de Arquitetura Sustentável no Brasil. Além disto, a partir de momentos de socialização de experiências, discussão do contexto social atual e reflexão sobre a realidade das HIS, o Seminário Nacional de Construções Sustentáveis buscará estabelecer parcerias, fomentar ações e contribuir para a socialização do conhecimento gerado e para o aprimoramento de processos de projeto destinados a HIS sustentáveis no contexto sócio-econômico brasileiro.
No evento se abrirá espaço para comunicações, que poderão ter o caráter teórico ou apresentar estudos de casos. A seleção das comunicações se fará a partir de resumo (modelo me anexo). Os trabalhos deverão se enquadrar em uma das áreas temáticas expostas:

Inovação e materiais em HIS - Apresentar soluções frente à alta produção civil que ocorrem nas grandes cidades. O caminho do desenvolvimento econômico e social adotado em muitos países baseado no emprego de novas tecnologias e o crescimento despreocupado, a exploração e o uso não racional dos recursos naturais vêm provocando alterações no meio ambiente com consequências em escala planetária. A atual realidade da construção civil com baixo impacto ambiental ao consumir menos recursos naturais não renováveis e menos energia na produção dos materiais de construção; além disso, gerar poucos resíduos e consumir pouca energia na produção das unidades; considerando baixo consumo energético no uso das edificações; e baixo impacto ambiental no descarte após a vida útil das unidades.

Construções sustentáveis em HIS - Divulgar experiências de projetos sustentáveis realizadas nas áreas de processo de projeto e edificações sustentáveis, direcionadas para atender habitações de interesse social (HIS). A desigualdade social configura-se como um dos maiores problemas na sociedade brasileira, sendo a falta de moradias uma das principais consequências, principalmente entre a população de baixa renda. Existem muitas famílias, que vivem de forma marginalizada em moradias inadequadas e sem condições mínimas de habitabilidade, o que se reflete na qualidade de vida de seus moradores. Para tentar reverter esse quadro, prega-se por uma conscientização que tem como princípio a sustentabilidade e a responsabilidade sócio-ambiental. O desenvolvimento sustentável assegura que as necessidades presentes sejam supridas sem comprometerem a possibilidade de futuras gerações satisfazerem as necessidades de seu tempo. Para se alcançar o desenvolvimento sustentável, é necessário que se busque um equilíbrio entre o que é socialmente desejável, economicamente viável e ecologicamente sustentável, formando um tripé que engloba as esferas social, econômica e ambiental que levam à sustentabilidade, princípios que devem conter desde a elaboração de projetos a intervenções urbanas.
Práticas de intervenção urbana e habitacional - Socializar e discutir experiências relacionadas às propostas urbanísticas e arquitetônicas de conjuntos habitacionais de interesse social; a possibilidade de uma intervenção urbana responsável, integrada com os interesses coletivos e afinada com a realidade local, considerando que a sobrevivência na cidade depende fundamentalmente do acesso à moradia. Além da saúde, da renda e da educação, a habitação é também um elemento básico que constitui um “mínimo social”, que habilita os indivíduos e os grupos sociais a fazerem outras escolhas ou a desenvolver suas capacidades. Assim definida, a habitação é um direito básico de cidadania. Soluções construtivas e a análises de investimento na manutenção; a relação com os moradores e a participação da comunidade; a aplicação de diversos processos de análise da satisfação, com destaque para Avaliação Pós-Ocupação (APO). A multidisciplinaridade na intervenção urbana e habitacional.
Programas e políticas públicas urbanas e habitacionais - Promover a discussão e apresentação de programas e políticas urbanas e habitacionais associadas às áreas temáticas do seminário, considerando as políticas públicas e setoriais e a importância da reabilitação e da gestão. Ampliar e aprofundar ações de movimentos e organizações na perspectiva de alargamento dos horizontes da formação acadêmica e da investigação científica, no âmbito das Políticas Públicas, com destaque aos movimentos sociais e às políticas de corte social, considerando-se o debate e a luta atual em torno do desenvolvimento e sua incidência na análise e no enfrentamento da questão social, no contexto da mundialização do capital que se impõem como desafio intelectual e político na formulação, implementação e avaliação de políticas públicas.
CALENDÁRIO
Envio de resumos: até 30 de setembro de 2012
Informe da seleção de resumos: até 08 de outubro de 2012
Envio dos trabalhos completos para publicação: até 04 de novembro de 2012
Abertura do evento: 27 de novembro de 2012

Maiores informações: http://www.imed.edu.br/
Para mais informações entre em contato pelo email sncs@imed.edu.br

2 comentários:

CSC on 17 de setembro de 2012 11:10 disse...

não está postado o endereço para envio dos resumos.

Unknown on 18 de setembro de 2012 10:54 disse...

Para onde envio o projeto?

 
IAB Tocantins Copyright © 2009 Blogger Template Designed by Bie Blogger Template
Edited by Allan