Uma coleção que eterniza

Em parceria com o Instituto Lina Bo Bardi, as Edições Sesc São Paulo e o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) lançam amanhã, dia 22/10, uma coleção de seis livros da arquiteta italiana nacionalizada brasileira, Lina Bo Bardi.

Crédito: Chico Albuquerque
O conteúdo é uma organização de Marcelo Ferraz, com textos da própria Lina, André Vainer, Cecília Rodrigues dos Santos e outros. Cada livro retrata alguns dos projetos mais fortes da arquiteta no Brasil, com croquis, aquarelas, desenhos simples feitos à mão, maquetes, imagens da época das construções e fotos atualizadas.
Marcelo Ferraz explica que Lina Bo Bardi teve poucas obras, em torno de 20 projetos na carreira, mas que são grandes e fortes. Juntos, formam uma bela coleção, não somente para arquitetos ou profissionais de áreas próximas, mas também para jovens, estudantes e interessados pelo trabalho em geral.  
“Todos podem ler, não é algo feito só para o arquiteto. Até porque não são livros técnicos; os textos são de fácil entendimento e explicativos”, disse Ferraz.
Os projetos arquitetônicos abordados são: Solar do Unhão, em Salvador; Igreja do Espírito Santo do Cerrado, em Uberlândia; MASPSesc PompeiaCasa de Vidro e Teatro Oficina, em São Paulo.
Capa da Coleção
Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação
“A novidade é o inédito sobre o Solar do Unhão. Desde que foi projetado, não teve publicação sobre ele. Um dos grandes projetos de sua região. Esse livro será uma novidade”, contou o arquiteto Marcelo Ferraz.